A Ciclomobilidade - Associação de Ciclistas Urbanos de Maceió divulgou nessa segunda-feira (5) o resultado da quarta contagem de bicicletas feita da cidade, dessa vez na Avenida Siqueira Campos. A contagem mostrou que mais de 1.990 ciclistas passam diariamente pela via, mesmo sem infraestrutura e segurança adequadas. Os resultados de todas as contagens feitas Ciclomobilidade em 2016 serão entregues durante reunião na SMTT nessa terça-feira (6), às 9h, quando a associação também voltará a cobrar implantação de ciclovias na cidade.

A contagem foi feita por ativistas voluntários no dia 23 de novembro de 2016, das 5h às 20h, seguindo a metodologia desenvolvida pela Associação Transporte Ativo, reconhecida ONG brasileira. O relatório divulgado pela associação também traz outros dados importantes, como o uso da bicicleta como meio de transporte entre as mulheres (7%) e o número de ciclistas com caronas (10%).

“A Siqueira Campos registrou o maior número de caronas entre as vias que já receberam contagens em Maceió. Percebemos que a maioria das caronas eram crianças, o que mostra como a bicicleta é um meio de transporte familiar na região. As pessoas andam de bicicleta mesmo sem segurança, agora imagine quando houver investimento do poder público para garantir a segurança dos ciclistas. Seremos um outro tipo de cidade, muito melhor para morar”, avalia Juliana Agra, membro da Ciclomobilidade.

A primeira contagem feita pela associação foi na Avenida Fernandes, onde mais de 1.100 ciclistas transitam todos os dias. Os ciclistas também foram contados na Avenida Menino Marcelo (+ 2500) e na Avenida José Lages (+850). No total, as quatro avenidas registram uma média de 6440 ciclistas transitando diariamente.

As contagens buscam reunir dados consistentes e atualizados sobre a real utilização da bicicleta na capital alagoana, para que possam ser cobrados dos agentes públicos os meios necessários para os ciclistas se movimentarem com segurança na cidade. O relatório completo da contagem na Siqueira Campos está disponível para consulta abaixo.